Dia D de Atendimento é sucesso no Hospital do Câncer AldenoraBello

Nesse sábado (28), cerca de 200 mulheres foram atendidas na ação realizada durante o Outubro Rosa

SÃO LUÍS – Nesse sábado (28), cerca de 200 mulheres participaram do Dia D de Atendimento em atenção à Campanha Outubro Rosa, promovido pelo Hospital do Câncer Aldenora Bello. Durante toda a manhã, funcionários e voluntários realizaram atendimento multiprofissional gratuito, destinados à prevenção do câncer de mama, com médicos mastologistas, enfermeiros, nutricionistas e assistentes sociais.

A ação fez parte da campanha Outubro Rosa, a qual tem o objetivo de conscientizar a população maranhense sobre a importância da prevenção, diagnóstico precoce e tratamento do câncer de mama.

A dona Maria do Socorro Trindade, 48 anos, afirma que faz a prevenção anualmente, e que decidiu vir participar do Dia D devido à agilidade no atendimento.“Eu sempre faço acompanhamento, e vim pela campanha porque é mais fácil para conseguir atendimento médico, pois, no dia a dia é complicado conseguir uma consulta”, afirmou Maria do Socorro. Quem também participou da ação foi Itelvina Cordeiro, 42 anos. “Eu vim para fazer a prevenção e também pela facilidade em ser consultada. Já passei pelo médico, que foi excelente, conversou comigo e já me passou uns exames para fazer. O bom é que já vou marcar aqui mesmo”, declarou a paciente.

Com 13 anos exercendo a medicina e atuando há 8 anos na mastologia, a doutora Gláucia Cordeiro prestou atendimento no Dia D, no Aldenora Bello. A médica afirma que, infelizmente, a tendência é que o câncer de mama afete cada vez mais mulheres, devido aos fatores de risco como má alimentação, sedentarismo, obesidade, entre uma série de coisas da vida moderna que aumentam os ricos de incidência do câncer de mama.

“O que a gente tenta trabalhar nas campanhas é a diminuição do diagnóstico tardio, é tentar reduzir aqueles 10% das pacientes que já chegam até nós na fase de metástase, e agente não consegue fazer nada. Mas, com o diagnóstico precoce, as chances de morrer daquele câncer são muito pequenas.Não vamos conseguir modificar a incidência do câncer de mama, a gente tem que mudar é a mortalidade. Por isso, as mulheres devem sempre buscar os serviços de saúde, ter qualidade de vida com boa alimentação, exercícios físicos, praticando um esporte, ter o peso ideal, etc., tudo isso ajuda a reduzir os riscos”, explicou a mastologista.


Reconstrução mamária

O Hospital do Câncer Aldenora Bello realizou, durante o Outubro Rosa, uma vasta programação com parceiros a fim de arrecadar renda para novas reconstruções mamárias (próteses) para pacientes carentes atendidas no hospital. Segundo informações do Aldenora Bello, 87% das mulheres que tiveram as mamas retiradas passaram pela reconstrução mamária. No entanto, o Sistema Único de Saúde repassa uma quantidade que não cobre o valor total da prótese, a diferença é de quase R$ 500 por prótese.

“O Hospital do Câncer Aldenora Bello só consegue ter essa taxa de reconstrução porque a gente tem várias campanhas de arrecadação de verbas. E fazer a reconstrução é algo importante para as mulheres que perderam suas mamas, é visível o impacto na qualidade de vida delas, porque as mulheres vão poder voltar para a vida delas com o máximo de normalidade possível”, afirmou a mastologista.

Neste ano, a campanha mais uma vez foi um sucesso, segundo Alice Dino, coordenadora das Casas de Apoio mantidas pela da Fundação Antonio Dino.

“O nosso objetivo é arrecadar verbas para a complementação da prótese mamária das mulheres, e foi uma campanha inexplicável. Entre as ações estava a venda de camisas do Outubro Rosa, que vendemos mais do que a gente estava esperando pois contamos com a parceria de empresas e um Espaço Rosa, uma loja cedida para o uso em outubro pelo Shopping da Ilha. Trabalhamos com muito sacrifício para que possamos atender cada vez mais, porque o Aldenora Bello recebe pacientes do Maranhão inteiro e até de outros Estados”, explicou Alice Dino.

Outubro Rosa A Campanha Outubro Rosa é um movimento mundial de conscientização para a prevenção e diagnostico precoce do câncer de mama, realizada durante o mês de outubro. O movimento surgiu em 1990 em Nova York com a primeira corrida pela cura, evento que se tornou anual desde então. Em 1997, outras entidades das cidades de Yuba e Lodi, também nos Estados Unidos, começaram a promover ações voltadas ao diagnóstico e prevenção do câncer de mama, elegendo o mês de outubro como epicentro de suas atividades. A iniciativa repercutiu rapidamente, e hoje diversos países e instituições endossam e promovem criativamente a iniciativa. No Maranhão, a Fundação Antonio Dino e o Hospital do Câncer Aldenora Bello promovem a campanha Outubro Rosa, visando a conscientização da população Maranhense sobre o câncer de mama, sua prevenção e diagnóstico precoce.

“O Outubro Rosa deste ano está acabando, e o balanço que a gente faz é muito positivo. A gente viu mesmo o cuidado muito maior da mulher, o interesse em vir fazer as consultas, em se prevenir. E a mensagem que a gente deixa para as mulheres é que elas continuem se cuidando o ano todo, e não esperem apenas uma campanha para procurar atendimento”, destacou Alice Dino.

O Câncer de Mama no Mundo e no Maranhão O câncer de mama é o segundo tipo de câncer mais comum no mundo e o frequente entre as mulheres. De acordo com o Instituto Nacional do Câncer (INCA), foram estimados mais de 57.960 novos casos de câncer de mama no ano de 2016, no Brasil.

A incidência do câncer de mama tem subido progressivamente nos últimos anos, e já se tornou um importante problema de saúde pública. Apesar de relativamente raro antes dos 35 anos, sua frequência acima desta faixa etária cresce progressivamente e estima-se que uma em cada oito mulheres será acometida pelo câncer de mama ao longo de sua vida. A taxa de sobrevida em 5 anos após o câncer de mama pode chegar a 89% em países desenvolvidos. Entretanto, essa realidade é bem diferente em países menos desenvolvidos, como o Brasil, reduzindo a sobrevida em 5 anos da população mundial a 61%, devido a dificuldades para o diagnostico precoce e tratamento adequados.

Fundação Antonio Dino - FAD A Fundação Antonio Dino é uma instituição filantrópica que, desde 1976, atua na luta contra o câncer no Maranhão. A instituição mantém diversas atividades de combate ao câncer no Maranhão, são elas: - Hospital do Câncer AldenoraBello: hospital de referência no tratamento contra o câncer no Maranhão; - Casas de Apoio: casas que hospedam pacientes vindos do interior do Estado e de outras localidades, possibilitando a realização de tratamento adequado com sua estadia próxima ao hospital; - Consultório móvel: unidade ambulatorial móvel, utilizada em campanhas de prevenção do câncer. Já são 40 anos de serviços prestados à população maranhense, aliado ao trabalho voluntário e colaboração da comunidade e empresas parceiras que ajudam no combate ao câncer no estado.


Hospital do Câncer AldenoraBello–HCAB Principal unidade mantida pela Fundação Antonio Dino, cujo foco é o tratamento do câncer. Possui 175 leitos, divididos em enfermarias clínicas e cirúrgicas, pediatria, apartamentos, UTI e serviço de emergência. Conta com um quadro de 800 funcionários, com mais de 450 atuando diretamente na assistência ao paciente oncológico. O hospital oferece assistência multidisciplinar aos seus pacientes e familiares, visando o tratamento adequado, qualidade de vida e bem estar a todos os seus usuários.

Os atendimentos aos pacientes são custeados através de convênio com o Sistema Único de Saúde (SUS), em mais de 80% dos casos. Os demais atendimentos são realizados através de convênios com planos de saúde, atendimentos particulares e filantropia.



Destaque
Recentes
Siga a gente
  • Grey Facebook Icon
  • Grey Twitter Icon
  • Cinzento Ícone Google+
Contatos

São Luís: Rua Queops /Avenida Vale, n° 05, Edifício Michelangelo, sala 201, Jardim Renascença II, São Luis, Maranhão. CEP 65.075-800

Imperatriz: Rua Pernambuco, Edifício Centro Empresarial, Sala 501, Centro, CEP: 65.903-320

Telefone: (98) 3302-8858
Celular: (98) 98713-6973

 

comunique@comuniqueassessoria.com.br

Clientes

© 2015 - Todos os direitos reservados