Volta às aulas: saiba como se readaptar à rotina de estudos

01/08/2019

Após um mês inteiro de férias, especialistas apontam como tornar o retorno mais tranquilo para os alunos.

 

Para a maioria dos estudantes brasileiros, julho é sinônimo de férias escolares. por isso, a chegada do mês de agosto representa a volta à rotina de estudos. Deixar as brincadeiras, os jogos, o tempo a mais de sono, a disponibilidade para encontrar amigos e familiares pode ser difícil, tanto para as crianças da Educação Infantil quanto para os adolescentes dos ensinos fundamental e médio.

Na volta às aulas, a readaptação na Educação Infantil é tão importante quanto à adaptação da criança no início do ano. É carregada de sentimentos e pode parecer, para muitas, um novo desafio. Na Escola Crescimento, o período é tratado com bastante cautela e com o melhor acolhimento possível. “Os alunos são recebidos pelos professores com atividades lúdicas e de interação. Nesse início, para auxiliar no processo de readaptação, os pais podem acompanhar os filhos até a sala. Outro cuidado que temos é na duração das aulas, que iniciam com períodos mais curtos e ao longo dos dias vai aumentando gradativamente para que o aluno vá se ambientando À rotina”, explica a gestora pedagógica da Educação Infantil, Binha Cardoso.

 

 

 

Para a pedagoga da Faculdade Estácio, Thalyta Fróes, depois de momentos tão agradáveis em casa, pertinho dos familiares, voltar para a escola pode trazer à tona o sentimento de separação. “O momento de comer, acordar e dormir muda durante as férias. No retorno, a diferença nos horários costuma causar cansaço e gerar estresse. Entendemos como um período em que, aos poucos, os alunos vão se acostumar novamente com a programação”, pontua.

 

A readaptação dos menores pode ser ainda mais delicada. A insegurança, o medo e até a irritação, muitas vezes, traduzem-se em choro. É nesse momento que a família precisa lembrar da importância da escola para a vida da criança. “Quando o choro aparecer, o melhor é reforçar que a escola é importante, que você sabe que o seu filho está triste, mas acredita que ele vai conseguir superar. É difícil para a criança e para você, mas é necessário persistir. Sem se esquecer de que ela precisará muito do seu colo e da sua paciência”, acrescenta a pedagoga.

A especialista destaca, ainda, o preparo da escola para lidar com situações adversas e acompanhar de perto as necessidades dos pequenos. “Os pais devem acreditar na equipe pedagógica. Ao colocar o filho naquela escola, devem confiar nos profissionais e ter certeza que o filho será bem acolhido”, indica Thalyta.

 

Se o retorno às aulas é delicado para os alunos da Educação Infantil, nos Ensinos Fundamental e Médio também existem muitos desafios. “Cada aluno espera por esse retorno de forma diferente, alguns na expectativa das novidades, outros ansiosos para dividir suas experiências, mas independentemente de cada reação, nós nos preparamos para acolher e atender à necessidade individual de cada um”, revela a coordenadora de tutoria e relacionamento do Grupo Crescimento, Gerusa Aragão.

 

Para auxiliar no processo de readaptação dos alunos, a escola desenvolve algumas estratégias. “No primeiro dia de aula, os alunos e familiares são recepcionados com músicas que deixam esse momento mais tranquilo e aconchegante. Em seguida, os alunos são recebidos pelos professores e tutores que apresentam os resultados do semestre passado e traçam novas metas para o semestre que se inicia. Além disso, no intervalo, os alunos podem se divertir e interagir com os colegas ao som de músicas. Dessa forma, conseguimos proporcionar aos alunos um primeiro dia de aula tranquilo, divertido e de fácil readaptação”, garante a coordenadora.

 

De acordo com a psicóloga Carla Cristinne Cunha, do Hapvida Saúde, estratégias como essas são fundamentamentais. “Proporcionar reflexão e interação entre os alunos é essencial para o processo de readaptação. A importância da escola na vida de uma criança ou adolescente vai muito além do ensino. Por esse motivo, atividades que promovam a interação e o contato com o outro, principalmente nos primeiros dias de aula contribui tanto para o desenvolvimento psicossocial, quanto para o acadêmico”.

 

No processo de readaptação, vale levar a criança para participar da compra do material escolar. “Quando a criança gosta do material e sente curiosidade – às vezes querem até usá-lo antes mesmo de as aulas começarem ­­­­­­­­­–  A volta às aulas se torna ainda mais fácil e animada”, aconselha.

 

Se a volta às aulas mexe com a rotina dos estudantes, também há reflexos na rotina e na vida da família inteira. Pensando nisso, algumas escolas promovem encontros com os pais e mães para que todos sejam envolvidos nesse momento de readaptação da melhor forma possível, afinal, o segundo semestre é a reta final do ano letivo.

 

A Escola Maple Bear, que utiliza o bilinguismo na proposta de ensino canadense, por exemplo, vai realizar um momento especial de boas-vindas, nesta quarta-feira (31), no auditório da FIEMA (Federação das Indústrias do Estado do Maranhão), às 14h30. “A ideia é convocar todos os atores envolvidos para somar forças, conhecimentos e dar continuidade ao projeto pedagógico construído em união, com dedicação e comprometimento”, enfatiza Ingrid Grill, Diretora Geral da Maple Bear.

 

Compra do material

Na hora de IR às compras, é importante pesquisar. Nessa época, as promoções são uma ótima oportunidade de economizar. O setor de papelaria das lojas do Grupo Mateus é um exemplo. Com mais de dois mil itens e promoções acessíveis, a campanha “Volta às Aulas Mateus” segue até o fim de agosto. “Iniciamos a campanha no primeiro dia de julho com preços e condições de pagamento especiais. Para não perder as promoções, nossos clientes podem parcelar a compra inteira em até 8 vezes sem juros, nos cartões Mateus Card e CredNosso e nos demais cartões em até 5 vezes sem juros”, lembra a coordenadora do setor de papelaria do Grupo Mateus, Maria Santana Pontes

 

Please reload

Destaque

Rafael Suzuki ministra palestra sobre segurança no trânsito

December 10, 2019

1/10
Please reload

Recentes

December 10, 2019

December 10, 2019

December 10, 2019

December 10, 2019

Please reload

Leia Também
Please reload

Siga a gente
  • Grey Facebook Icon
  • Grey Twitter Icon
  • Cinzento Ícone Google+
Contatos

São Luís: Rua Queops /Avenida Vale, n° 05, Edifício Michelangelo, sala 201, Jardim Renascença II, São Luis, Maranhão. CEP 65.075-800

Imperatriz: Rua Pernambuco, Edifício Centro Empresarial, Sala 501, Centro, CEP: 65.903-320

Telefone: (98) 3302-8858
Celular: (98) 98713-6973

 

comunique@comuniqueassessoria.com.br

Clientes

© 2015 - Todos os direitos reservados