Educação bilíngue no ensino médio: nunca é tarde para buscar fluência em outro idioma

Em um mundo cada vez mais globalizado, falar uma segunda língua se tornou imperativo para o sucesso pessoal e profissional. Estudos realizados em renomadas instituições de ensino de vários países confirmam a importância da educação bilíngue para o engajamento dos alunos no pensamento crítico, competências comunicativas, colaborativas, criativas e diversidade cognitiva, propiciando uma experiência que promove a alta performance na aquisição de conhecimento.


O ideal, segundo especialistas, é que o início do contato com um segundo idioma se inicie na infância e que o indivíduo permaneça em processo de aprendizagem, passando pelas diferentes fases da vida. Porém, nunca é tarde para começar, para aprender ou fazer uma imersão em outro idioma. Em São Luís, a escola Maple Bear, que utiliza metodologia canadense, é pioneira na educação bilíngue. Agora, que já está concluindo a formação dos primeiros estudantes bilíngues no Ensino Fundamental, a instituição se prepara para oferecer, a partir de janeiro de 2020, o Ensino Médio (ou High School). A unidade Maple Bear de São Luís será a primeira do Nordeste e a quarta do país a oferecer ensino médio.


Para jovens que fizeram o ensino fundamental em escolas convencionais e almejam o aprendizado bilíngue, a Maple Bear fará um pré-curso de imersão na língua inglesa, a fim de preparar os novos alunos do High School, para que tenham menos dificuldade em absorver o conteúdo em sala de aula, uma vez que grande parte das disciplinas é lecionada em inglês.

O momento atual é de últimos ajustes para a implementação do High School. Recentemente, a Maple Bear de São Luís recebeu a visita o canadense Peter Visser, Diretor Acadêmico da rede Maple Bear na América Latina. Ele veio para, junto à direção da unidade, avaliar o processo e contribuir com as discussões necessárias. A coordenadora da frente de inglês do Ensino Fundamental II da Maple Bear, Berta Biondi, explica. “A vinda do Petter marca ainda mais a consolidação do High School e mostra os avanços nesta proposta de ensino. Já faz dois anos que estamos trabalhando nesta implementação e nos reunimos semanalmente para a construção do currículo que já está finalizado, passando por uma revisão. Os calendários já estão prontos, os professores recebem formação e aguardamos os alunos em breve”, contou entusiasmada.


Enem


Baseado na Lei de Diretrizes e Base Escolar brasileira, o High School da Maple irá oferecer todas as disciplinas necessárias para que os alunos possam participar dos melhores vestibulares e ter excelentes desempenhos no Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM). “Ao mesmo tempo, incluímos a matriz curricular canadense, dentro da metodologia que diferencia a Maple Bear de outras escolas, tratando o bilinguismo de forma peculiar. Em nossa escola isso se estende para além do idioma: mostra-se na cultura, no conhecimento de outro país e de outras realidades”, esclarece a diretora da Maple Bear São Luís, Ingrid Grill.




Destaque
Recentes