ASSEMBLEIA EXTRAORDINÁRIA NOS 35 ANOS DA ACADEMIA MA DE LETRAS JURÍDICAS


Os membros da Academia Maranhense de Letras Jurídicas que participaram presencialmente da Assembleia Extraordinária que marcou os 35 anos da AMLJ: Luís Augusto Guterres, José Carlos Sousa e Silva (Ex-Presidente), o atual Presidente Júlio Moreira Gomes Filho, Ana Luiza Ferro (Ex- Presidente) e Oton Leite.

Uma solenidade híbrida, presencial e on line, marcou a Assembleia Extraordinária alusiva aos 35 anos da Academia Maranhense de Letras Jurídicas / AMLJ; que foi fundada em 1986, tendo o advogado Dr. Wady Sauáia como seu primeiro Presidente.


O atual Presidente, advogado Júlio Moreira Gomes Filho comandou a Assembleia que contou com presenças on line com confrades como Raimundo Marques, José Claudio Pavão, Carlos Nina e Elimar Almeida e Silva.

Muitos impossibilitados de comparecer ao evento devido ao atual momento de pandemia, os membros se manifestaram por mensagens, ressaltando a importância da Academia:


“A Academia Maranhense de Letras Jurídicas, da qual me orgulho de fazer parte, representa um marco pioneiro na cultura jurídica maranhense. Agregando uma plêiade de juristas, fortemente vinculados à área do Direito, tem contribuído com suas atividades para o desenvolvimento do conhecimento jurídico em nosso Estado. Que Jesus abençoe seu fundador Dr. Wady Sauáia por essa brilhante iniciativa. Oro por ele diariamente, por ter me incluído na AMLJ”, declarou a advogada e professora de Direito da UFMA Maria Tereza Cabral Costa Oliveira, que integra a Academia desde a sua fundação.

Para advogado Carlos Nina, outro membro fundador da AMLJ a entidade é fundamental para fomentar o conhecimento e o intercâmbio no meio jurídico:

“Toda Academia é relevante para a cultura de qualquer comunidade, pois pressupõe a reunião de pessoas dispostas a produzir, compartilhar e receber informações e opiniões, interagindo conhecimento. A AMLJ é relevante para o universo jurídico, na medida em que consegue manter essas atividades, estimulando e propiciando o estudo do direito, contribuindo para um debate construtivo com vistas ao desenvolvimento e aperfeiçoamento das instituições e institutos jurídicos”, ressaltou ele que participou da Assembleia de forma online.

Em destaque na solenidade, a inauguração da Galeria dos Ex-Presidentes da AMLJ, que teve dois deles presentes de forma presencial à homenagem: José Carlos Sousa e Silva e Ana Luiza Ferro.


Outra deliberação desse evento foi a aprovação por unanimidade do nome do intelectual e jurista Clodomir Cardoso para emprestar seu nome à sede da entidade, que passará a ser chamada de “Casa de Clodomir Cardoso”. O Presidente Júlio Gomes franqueou a defesa dessa ação para a confreira Ana Luiza Ferro Costa, que descreveu em detalhes a rica e profícua história desse maranhense que atuou em diversas áreas do Direito, com grandes feitos para o Maranhão, além de suas colaborações nacionais.


Como citou Ana Luiza Ferro nessa defesa, entre muitos outros nomes ilustres, escolher como patrono da AMLJ Clodomir Cardoso é reconhecer seu imenso legado:


“Defendo a indicação de Clodomir Cardoso como nosso patrono pelo seu grande legado. Ele tem algo a mais, ele foi um homem múlti facetado. Ele representa todas as tendências de nossa Academia, pois ele foi Magistrado, foi Juiz e Promotor de Justiça no Pará, foi advogado, jornalista e político, com um currículo muito rico. Ele nasceu em São Luís e faleceu no Rio de Janeiro. Como político, ele foi Prefeito de São Luís e foi ele que determinou a instalação da iluminação elétrica na cidade substituindo os lampiões. Foi Deputado Provincial e Federal, Senador Constituinte em um total de cinco mandatos. E ele também foi consultor jurídico do Instituto Nacional do Sal, Membro da Comissão de Constituição e Justiça do Senado Federal, Vice – Pres. da Câmara dos Deputados, Membro Acadêmico Fundador da Academia Maranhense de Letras, cadeira de número 12. Além de tudo isso, ele foi um grande intelectual e com muitas obras publicadas. E alguns projetos dele como político, inspiraram outros países a elaborarem leis, a exemplo do projeto dele sobre Sociedades Anônimas, replicado em um país vizinho”, elencou a confreira Ana Luiza Ferro.

“Após essa brilhante explanação, votamos e foi aprovado por unanimidade essa escolha que muito nos honra e alegra. Mesmo com a pandemia, seguimos fortes e motivados a fortalecer a nossa Academia. E para esse ano ainda, teremos no futuro próximo, novas eleições para preenchimento das vagas dos saudoso confrades Milson Coutinho e Sálvio Dino”, declarou o Pres. Júlio Gomes Filho.


E assim, com a relevante missão de incentivar a pesquisa e a produção literária jurídica no Estado, a AMLJ segue forte e atuante buscando integrar as novas gerações e sempre gerando conhecimento, insumo esse sempre básico para a evolução das sociedades com justiça e dignidade.

Destaque
Recentes
Siga a gente
  • Grey Facebook Icon
  • Grey Twitter Icon
  • Cinzento Ícone Google+
Contatos

São Luís: Rua Queops /Avenida Vale, n° 05, Edifício Michelangelo, sala 201, Jardim Renascença II, São Luis, Maranhão. CEP 65.075-800

Imperatriz: Rua Pernambuco, Edifício Centro Empresarial, Sala 501, Centro, CEP: 65.903-320

Telefone: (98) 3302-8858
Celular: (98) 98713-6973

 

comunique@comuniqueassessoria.com.br

Clientes

© 2015 - Todos os direitos reservados