INSTITUTO CULTURAL VALE E SEUS MUSEUS ECENTROS CULTURAIS REALIZAM WEBINÁRIO

Evento online gratuito acontece nos dias 18 e 20 de maio, no YouTube do Instituto Cultural Vale


O Instituto Cultural Vale integra a 19ª Semana Nacional dos Museus, por meio da realização do webinário “Espaços Culturais - o futuro de um passado recente?”, entre outras ações, em conjunto com seus museus e centros culturais próprios - Museu Vale (ES), Memorial Minas Gerais Vale (MG), Centro Cultural Vale Maranhão (MA) e Casa de Cultura de Canaã dos Carajás (PA). O evento online gratuito acontecerá nos dias 18 e 20 de maio, às 17h, no YouTube do Instituto Cultural Vale. O webinário tem como objetivo convidar o público a refletir, junto com convidados de diversas áreas, sobre o papel das instituições culturais diante da nova realidade imposta pela pandemia e seu papel nos territórios onde estão inseridos.

Na terça-feira, 18, a conversa contará com a participação do neurocientista Sidarta Ribeiro e do museólogo Cícero Almeida. E na quinta-feira, 20, trará o professor de museologia da UNIRIO Bruno Brulon e a curadora de arte Adélia Borges. A mediação será feita pelo filósofo Fernando Pessoa, que participa da linha de pesquisa do CNPq “Pensamento e linguagem”, com estudos em Nietzsche e Heidegger, principalmente nos temas linguagem, verdade, liberdade, arte e poesia.

Diante da pandemia e para os novos tempos que virão serão abordadas questões como: quais os possíveis futuros para as instituições culturais e para os museus em especial? Com quem dialogam? Quais memórias, materiais ou imateriais, estão em jogo? Qual o papel da tecnologia e das mídias nas formas de interlocução? E os artistas e produtores culturais? Como têm sido e como poderão ser as suas participações?

“O Instituto Cultural Vale, ao lado de seus museus e centros culturais, abraça o desafio de promover reflexão e debate sobre a readequação das práticas e a resiliência necessárias ao momento atual, tema central da Semana Nacional de Museus. Manter o diálogo vivo sobre o papel das instituições culturais é algo essencial, hoje e sempre, para a manutenção do patrimônio e da memória, possibilitando que mais pessoas possam viver a cultura, ampliar seu conhecimento e sua visão de mundo”, afirma Christiana Saldanha, gerente do Instituto Cultural Vale.


Além do webinário, ao longo de todo mês de maio, os quatro museus e centros culturais do Instituto Cultural Vale têm programação exclusiva que integra a Semana Nacional dos Museus com oficinas e reflexões sobre a importância desses espaços culturais para o público. A programação completa dos espaços pode ser acessada em institutoculturalvale.org e nos próprios sites das instituições culturais - Museu Vale, Memorial Minas Gerais Vale, Centro Cultural Vale Maranhão e Casa de Cultura de Canaã dos Carajás.


O Instituto Cultural Vale está presente em 35 museus e centros culturais no Brasil por meio de patrocínios a espaços culturais, exposições, intercâmbios culturais, salvaguarda de acervos e programas educativos, via Lei Federal de Incentivo à Cultura.


Webinário “Espaços Culturais - o futuro de um passado recente?”


Serviço

Data: 18 e 20 de maio

Horário: 17h

Onde: YouTube do Instituto Cultural Vale

Valor: gratuito

18/05 – O Museu, os sujeitos e a memória nos tempos atuais


Vivenciamos, na atualidade, mudanças ontológicas e relacionais pautadas na experiência virtual, cada vez mais premente. Como em toda época de transição, busca-se situar antigas e novas formas do fazer humano e suas configurações institucionais. O encontro entre o museólogo Cicero de Almeida e o neurocientista Sidarta Ribeiro trará luz sobre alguns aspectos desse universo de mudanças.



Participantes:


Sidarta Ribeiro é professor titular de Neurociências e vice-diretor do Instituto do Cérebro da Universidade Federal do Rio Grande do Norte. Bacharel em Biologia pela Universidade de Brasília (1993), Mestre em Biofísica pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (1994) e doutor em Comportamento Animal pela Universidade Rockefeller (2000), com pós-doutoramento em Neurofisiologia na Universidade Duke (2005). Tem experiência em neuroetologia, neurobiologia molecular e neurofisiologia de sistemas, com interesse nos seguintes temas: memória, sono e sonhos; plasticidade neuronal; comunicação vocal; competência simbólica em animais não humanos; psiquiatria computacional; neuroeducação; psicodélicos e política de drogas. Diretor da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência de 2018-2021. De 2009 a 2011, atuou como secretário da Sociedade Brasileira de Neurociências e Comportamento. De 2011 a 2015, atuou como coordenador do comitê brasileiro do Pew Latin American Fellows Program in the Biomedical Sciences. Desde 2011 é membro do comitê diretor da Latin American School for Education, Cognitive and Neural Sciences (LA School). Pesquisador sênior associado do Centro de Pesquisas para Inovação e Difusão da FAPESP em Neuromatemática. Coordenador Científico da Plataforma Brasileira de Política de Drogas, e membro do conselho consultivo do Instituto Chacruna de Plantas Psicodélicas Medicinais. Autor de mais de 100 artigos científicos e de 5 livros de divulgação científica e ficção.

Cícero Antônio F. de Almeida é museólogo, mestre em Memória Social pela Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro-UNIRIO, e doutorando em História, Política e Bens Culturais pelo CPDOC/Fundação Getúlio Vargas. É professor do Departamento de Estudos e Processos Museológicos da UNIRIO e do MBA em Gestão de Museus da Candido Mendes/Associação Brasileira de Gestão Cultural-ABGC, e membro do Conselho Consultivo da ABGC. Foi diretor-executivo do Centro Cultural Justiça Federal e do Departamento de Processos Museais do Instituto Brasileiro de Museus.


20/05 - Fazer e Expor - possibilidades e agências em tempos de crise


Para compreender os horizontes que se abrem para novos modos de fazer e expor, convidamos Bruno Brulon e Adélia Borges, que discorrerão sobre suas experiências e percepções de enfrentamento e mudança, sob as limitações do período atual e pós pandêmico.


Participantes:


Bruno Brulon é professor de Museologia na Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (UNIRIO) e professor do Programa de Pós-Graduação em Museologia e Patrimônio (UNIRIO/MAST). Doutor em Antropologia (2012) e em História (2019) ambos títulos pela Universidade Federal Fluminense (UFF). Coordena o Grupo de Pesquisa Museologia Experimental e Imagem (MEI) desde 2014 e o Laboratório de Museologia Experimental (LAMEX) desde 2017. É autor e organizador de diversas publicações em Museologia e Patrimônio, incluindo o livro "A history of museology" (2019). Atualmente é presidente do Comitê Internacional de Museologia (ICOFOM) do Conselho Internacional de Museus (ICOM) e editor do periódico ICOFOM Study Series (ISS) e da revista Museum International.

Adélia Borges é crítica, historiadora de design e curadora independente, baseada em São Paulo. Tem textos publicados em sete línguas e é autora ou coautora de 34 livros. Como curadora, fez mais de 60 exposições em várias instituições do Brasil e na Alemanha, Estados Unidos, França, Holanda, Itália, Japão, Portugal e Reino Unido. Em 2011 recebeu o título de Doutora Honoris Causa concedido pela Universidade Estadual Paulista (UNESP) por sua contribuição ao design brasileiro. Desde 2016 é consultora curatorial do MASP.

-

Sobre o Instituto Cultural Vale

O Instituto Cultural Vale parte do princípio de que viver a cultura possibilita às pessoas ampliarem sua visão de mundo e criarem perspectivas de futuro. Tem um importante papel na transformação social e busca democratizar o acesso, fomentar a arte, a cultura, o conhecimento e a difusão de diversas expressões artísticas do nosso país, ao mesmo tempo em que contribui para o fortalecimento da economia criativa. Em 2021, são mais de 150 projetos criados, apoiados ou patrocinados em 24 estados e no Distrito Federal. Dentre eles, uma rede de espaços culturais próprios, patrocinados pela Vale via Lei Federal de Incentivo à Cultura, com visitação gratuita, identidade e vocação únicas: Memorial Minas Gerais Vale (MG), Museu Vale (ES), Centro Cultural Vale Maranhão (MA) e Casa da Cultura de Canaã dos Carajás (PA). Visite o site do Instituto Cultural Vale para saber mais sobre sua atuação: institutoculturalvale.org




Destaque
Recentes