ENEM: alimentação correta antes e durante o teste faz toda diferença!

Nutricionista ensina o que deve ser consumido e o que evitar no dia do exame.


Nos próximos dias 17 e 24 de janeiro, cerca de 5,7 milhões de estudantes vão testar seus conhecimentos no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2020. Com a aproximação do primeiro domingo de provas, muitos estudantes acabam sofrendo com a ansiedade, que pode afetar os participantes de muitas formas. Após um ano inteiro de preparação, é importante estar atento não só às novas regras do exame e ao local de prova, mas também à alimentação.



Segundo a nutricionista do Grupo Mateus, Camyla Carvalho, para amenizar os sintomas, é fundamental, além da calma e concentração, manter uma alimentação equilibrada antes e durante o teste. “As propriedades nutricionais, o tempo de digestão e o modo de preparo dos alimentos são extremamente importantes”, alerta.


O que consumir antes da prova?


Ao acordar, a dica é tomar um café da manhã reforçado, com pães integrais e cereais, ricos em carboidratos. “Carboidratos são excelentes fontes de energia para o corpo e o cérebro”, lembra.


Aos participantes que optarem por almoçar antes do teste, o ideal é fazer uma refeição leve, com alimentos que façam parte de sua dieta habitual. Nada de refeições pesadas, como feijoada, panelada ou mocotó, por exemplo. “Evite comer demais antes da prova, para não ter sonolência”, alerta.


Seja um café da manhã reforçado ou um almoço equilibrado, o que não pode acontecer é ir para o exame de estômago vazio. “Mesmo que você seja do tipo que não consegue comer quando está ansioso, esforce-se para fazer uma refeição leve. Estômago vazio pode resultar em hipoglicemia, que é a baixa da taxa de glicose no sangue, ocasionando sonolência e dificultando a concentração, além de dar tontura, dor de cabeça, queda na pressão e fraqueza”, orienta.


Qual lanche escolher?


Na hora de escolher os alimentos para levar ao exame, a nutricionista ensina. “Leve frutas, ou até mesmo um chocolate 70% cacau. Barra de cereal ou mix de frutas secas também são ótimas opções por ter uma grande concentração de fontes de energia, lembrando sempre da importância da ingestão de água”, ensina.


Para garantir um bom rendimento na hora da prova, vale evitar alimentos fritos, alimentos crus ou mal higienizados e alimentos com muita gordura e açúcar. “Alimentos com muito sal também devem ser evitados, pois irão te dar sede e consequentemente fazer com que você faça mais xixi e perca tempo de prova”, aconselha.


Destaque
Recentes